Em entrevista ao Comic Book  e com dezembro chegando, o diretor James Wan falou sobre a importância do herói ter o seu filme solo nos cinemas e sobre ele querer construir o seu próprio universo e história.

“Desde o começo, foi muito importante para mim fazer o meu próprio filme e ter a minha voz nele. Depois de ‘Velozes e Furiosos 7’ e ‘Invocação do Mal 2’, eu não queria ser apenas um diretor contratado. Depois de ‘Velozes 7’, eu era exatamente isso, em um certo nível, mas eu não queria ser esse cara de novo. Então foi importante que eu fosse capaz de trazer minha própria marca, minha própria estética visual e criar esses personagens. Mesmo depois que Jason [Momoa] tenha sido estabelecido em ‘Liga da Justiça’, eu quis trazer o personagem dele para isso, basicamente de várias formas. Então eu queria obviamente respeitar como ele acabou em ‘Liga da Justiça‘, mas então ter a liberdade de levá-lo aonde eu quisesse ao fim do filme. Meu herói vai para essa jornada para se tornar uma pessoa bastante diferente de onde estava quando começou. Isso foi algo muito importante para mim, para fazer o filme que eu quisesse.” 

Para ele era importante fazer um filme sem outros heróis juntos com ele, simplesmente queria que só tivesse o nome do herói no título e no filme estar com sua esposa Mera.

“A parte boa de não necessariamente envolver outros heróis, é que eu posso fazer o que quiser nessa história, nesse universo e não estar preso em algo que alguém está fazendo.  E vice-versa, não envolver alguém no que eu estou fazendo. O que estou fazendo é bem próprio do mundo do Aquaman.”

Wan também falou sobre o desafio de conseguir criar a cidade de Atlantis.

“Eu definitivamente criei uma grande parte. Eu realmente achei isso muito legal e para as pessoas – não somente os fãs – quando eles verem esse filme, eles não verão apenas o mundo da DC. Eles verão o mundo com o Aquaman ali. Só no mundo de ‘Aquaman’, criar novos reinos, como um mundo diferente, com as ferramentas que o movem. Eles se locomovem com os animais que vivem no mundo embaixo d’água e todo esse tipo de coisa. Então, eu nunca fiz um filme tão fortemente criado dessa forma e foi incrível ser capaz de criar essas coisas interessantes. E quando o filme for lançado, acho que vocês verão o quão louco ele é.”

Aquaman será lançado dia 13 de dezembro de 2018 em todos os cinemas brasileiros.